Ano XIII | Edição 742 | 28 de Abril de 2015

POLÍCIA

24 de Abril de 2015

Polícia deflagra Operação Labirinto para combater as drogas em Parnamirim

noticia

A operação começou pelo bairro da Cohabinal com a presença dos policiais militares

Policiais civis e militares iniciaram na manhã da última sexta-feira 17, a operação Labirinto, com o principal objetivo de combater o tráfico de drogas na cidade. As equipes se dividiram e percorreram vários pontos do município com mandados de busca e apreensão, e de prisão.

No bairro da Cohabinal, em frente à 1ª. Companhia de Polícia Militar, foram montadas três delegacias móveis para receber o material apreendido e os presos. Ao todo 336 policiais estão envolvidos na operação, que já prendeu mais de dez pessoas. O comandante do 3º. BPM, Jair Júnior, esteve à frente dos trabalhos.

 

PROJETO

E o prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, acompanhado do chefe de Gabinete Civil, Márcio César Pinheiro, recebeu em seu gabinete, a visita do procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, e das promotoras Iara Pinheiro, Luciana D"Assunção, Isabelita Rosas e Luciana Maciel. Na ocasião, foi discutida uma parceria para executar um projeto de prevenção às drogas em Parnamirim.

O procurador Rinaldo Reis explicou que a idéia é implantar na cidade um projeto ousado para tentar reduzir a violência advinda do avanço das drogas na sociedade. A proposta é atuar em três frentes: prevenção, tratamento e repressão. "Os custos são mínimos, mas os resultados serão muito positivos", justificou.

As promotoras demonstraram interesse em se reunir com os secretários de Saúde, Educação e Assistência Social de Parnamirim, justamente para ver a estrutura existente e planejar as ações para que o projeto seja executado. No próximo dia 24, os secretários municipais, a convite dos promotores, deverão participar de um encontro de apoio técnico, que acontecerá às 9h na Governadoria do Rio Grande do Norte. E, no dia 7 de maio, a meta é lançar o projeto.

 

Secretário de Trânsito e Transportes assina termo de cooperação técnica

noticias 24 de Abril de 2015

Secretário Eduardo Lincoln, na assinatura do termo de mobilidade urbana

O Secretário de Trânsito e Transportes de Parnamirim, Eduardo Lincoln, assinou na manhã da última sexta-feira (17) na sede da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), em Natal, o Termo de Cooperação Técnica da Região Metropolitana de Natal, que tem como objetivo a unificação de ações para garantir melhorias na mobilidade urbana e redução da violência no trânsito potiguar.

Além de Parnamirim, representantes dos municípios de Natal, São Gonçalo do Amara nte, Macaíba, Ceará-Mirim, Extremoz, São José de Mipibu e Nísia Floresta assinaram o termo junto com os órgãos federais Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), Polícia Rodoviária Federal (PRF), e os órgãos estaduais Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), Departamento de Estradas e Rodagens do RN (DER) e a Polícia Militar, que foi representada pelo Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE).

"Esse termo é o primeiro passo que nós estamos dando para discutirmos os problemas inerentes a mobilidade urbana dos municípios envolvidos. É um alcanço no que se diz respeito a traçar estratégias de melhorias para agirmos em parceria e nos anteciparmos  as soluções do trânsito na grande Natal", frisou o titular da Setra, Eduardo Lincoln. 

Para a secretária da STTU, Elequicina  Maria dos Santos,este é um momento histórico para a grande Natal. "Este é o princípio da integração da Região Metropolitana, com a criação desse fórum que possibilitará a discussão dos problemas apresentados por cada Munícipio. Posteriormente, estudaremos a formação de um convênio ou consórcio", disse.

Após a criação do fórum, será elaborado um protocolo de intenções que passará pela aprovação das câmaras municipais das cidades envolvidas. 

Dinorá Simas é transferida após nova fuga em presídio de Alcaçuz

noticias 24 de Abril de 2015

Dinorá Simas, é transferida para o presídio da ZN. Túnel da fuga tem cerca de 55 centimetros

Após a fuga dos 35 detentos da Penitenciária de Alcaçuz, ocorrida na madrugada da última quarta-feira, dia 22 de abril, o Governo do Estado fez mudança na direção do presídio. Dinorá Simas não é mais a chefe daquela unidade. Ela foi exonerada e já nomeada para assumir o Presídio Professor Raimundo Nonato Fernandes, mais conhecido como Presídio Provisório da Zona Norte.

Para o lugar de Dinorá em Alcaçuz, foi nomeado Eider Pereira de Brito, que era o diretor do Presídio Provisório da Zona Norte. A mudança ocorre um dia após a fuga dos 35 detentos. No total, neste mês de abril, 67 presos conseguiram escapar daquela unidade, porque eles estão soltos nas celas sem grades.

A troca de direção foi publicada no Diário Oficial do Estado, da última quinta-feira, dia 23 de abril. 

 

A FUGA

Trinta e cinco presos fugiram da unidade prisional de Alcaçuz, em Nisia Floresta, na madrugada da última quarta-feira (22). De acordo com a Coordenação de Administração Penitenciária (Coape), dois presos foram recapturados. Esta é a segunda fuga de Alcaçuz apenas no mês de abril.

De acordo com Dinorá Simas, ex- diretora de Alcaçuz, os presos fugiram por um túnel que começa no pavilhão 2 e vai até a área externa do presídio. O túnel tem cerca de 55 cm de diâmetro e fica a menos de dez metros de uma das guaritas. Ainda de acordo com a direção, o pavilhão 2 tinha 159 presos antes desta fuga.

A última fuga da Penitenciária de Alcaçuz aconteceu no dia 6 de abril quando 32 detentos fugiram também do pavilhão 2.

Várias unidades prisionais do Estado foram destruídas na série de rebeliões que aconteceu de 11 a 18 de março. A Penitenciária de Alcaçuz foi uma das que tiveram todas as grades arrancadas. Desde então, os presos ficam soltos dentro dos pavilhões.

Um relatório de inspeção prisional realizado pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária em 2014 apontou que na Penitenciária de Alcaçuz, a  em celas com capacidade para duas pessoas, havia até oito. À época, eram 610 vagas para 866 presos. 


JM