Ano XIII | Edição 702 | 31 de Julho de 2014

POLÍCIA

18 de Julho de 2014

Agentes da Dehom entregam viaturas irregulares e munições

noticia

Munições e coletes vencidos foram entregues pelos agentes

Na tarde da última terça-feira (15), agentes da Delegacia Especializada em Homicídios, em cumprimento à Operação Polícia Legal, fizeram a entrega de viaturas irregulares, coletes e munições vencidas. A partir de agora, os policiais não vão mais aceitar trabalhar dentro da ilegalidade e nem colocando a própria vida em risco por falta de investimento do Estado na Polícia Civil.

No total, os agentes da Dehom fizeram a entrega de sete viaturas, sendo que três já se encontram no setor de transporte, pois estavam quebradas, bem como 21 coletes e mais de 100 munições, de vários calibres diferentes. Os coletes e as munições estão vencidos, alguns desde 2000.

Diante dessa situação, os policiais recolheram o material e entregaram através de ofício ao delegado responsável pela unidade. Essa medida vem sendo adotada em várias delegacias do Rio Grande do Norte, entre especializadas, distritais e também as de cidades do interior.

Em assembleia realizada na noite desta segunda-feira (14), os policiais civis do Rio Grande do Norte decidiram que, a partir desta terça-feira, não vão mais conduzir viaturas em condições ilegais. Ou seja, os agentes que não possuírem curso de formação específico para condução de veículos de emergência não poderão guiar as viaturas. Além disso, os carros que estejam com documentação atrasada serão entregues à Degepol.

A cartilha da Polícia Legal tem 15 itens (clique aqui para ler) e será ampliada após entendimento entre a Diretoria do SINPOL-RN e os chefes de investigação e cartórios, que se reuniram na tarde desta segunda-feira.

Durante a assembleia com a categoria, a Diretoria do SINPOL-RN lembrou que, desde meados de junho, já havia enviado ofício para a Degepol solicitando que fosse providenciada regularização imediata das habilitações dos policiais que dirigem viaturas. No entanto, até o momento, nada foi feito.

Nesse ofício, o Sindicato lembra que, segundo o Código Brasileiro de Trânsito, em seu artigo 145, os condutores de veículos de emergência necessitam estar habilitados nas categorias D e E, além de serem aprovados em curso especializado e em treinamento de prática veicular em situação de risco.

"Como a Polícia Civil, representante da legalidade, vai servir de exemplo se está atuando dentro da ilegalidade?", contesta Djair Oliveira, presidente do SINPOL-RN. Além da falta de habilitação específica, ele cita que muitas viaturas estão com documentação atrasada. Ainda em junho, o Sindicato também havia informado sobre essa situação à Sesed e ao Ministério Público. 

PM prende "Trio do Medo", suspeito de assaltos em Parnamirim

noticias 18 de Julho de 2014

“Trio do Medo”, é conhecido por realizar assaltos em Parnamirim

Josivânio Aquino de Oliveira e mais dois adolescentes, sendo um de 17 e outro de 16 anos, foram detidos, na noite da quarta-feira (16), após serem flagrados por policiais da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas. 

O trio, apontado como o "Trio do Medo", por ser suspeito de vários assaltos, estava em uma bicicleta no bairro Vale do Sol, em Parnamirim, quando foram flagrados com drogas.

Os policiais da Rocam suspeitaram dos jovens e fizeram uma abordagem, encontrando aproximadamente 30 pedras de crack, embaladas para venda. Diante do flagrante, eles foram detidos e conduzidos à Delegacia de Plantão da Zona Sul, em Candelária.

Lá, os dois adolescentes acabaram sendo liberados, mas Josivânio foi autuado por tráfico de drogas. O jovem chegou a dizer que tem bastantes inimigos nas cadeias de Natal e Parnamirim e que pretendia matar a pessoa que matou o irmão dele. Em relação à droga, Josivânio alegou que foi vítima de um "forjado" e que alguém colocou a droga para incriminá-lo. 

Após perder o controle, mulher capota carro na BR 101

noticias 18 de Julho de 2014

Carro capotado na BR-101, próximo a Cidade Satélite

A gerente comercial Mayara Luiza, de 29 anos, não corre risco de morte, mas ficou ferida após perder o controle do veículo que dirigia, bater em uma árvore do canteiro e capotar. O acidente aconteceu n noite da última quarta-feira (16), na BR 101, próximo à entrada do conjunto Satélite, zona wsul de Natal.

A jovem conduzia o veículo Volkswagen Fox, com placas de Natal, no sentido Parnamirim/Natal, quando, segundo testemunhas, realizou uma frenagem brusca e perdeu totalmente o controle do carro. Mayara ficou dentro do carro, foi retirada por populares e atendida por socorristas do SAMU. Apesar da gravidade do impacto a vítima sofreu ferimentos aparentemente leves, disse o enfermeiro Alberto Silva. 

Polícia divulga imagens de suspeito de participar do assassinato do italiano em Natal

noticias 18 de Julho de 2014

Suspeito aparece em supemercado seguindo o italiano Enzo Albanese na noite de sua morte

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte divulgou na última quarta-feira (16) a imagem de um homem suspeito de participar do assassinato do italiano Enzo Albanese, de 42 anos - dirigente da comissão técnica do time Alecrim Rugby. De acordo com o delegado Raimundo Rolim, o homem aparece nas imagens do circuito interno de um supermercado seguindo a vítima no dia do crime. Enzo Albanese foi morto a tiros na porta de casa em Capim Macio, Zona Sul de Natal, no dia 2 de maio.

Raimundo Rolim explicou que a sequência de imagens mostra o momento em que o italiano chega ao supermercado e, em seguida, um Gol preto estaciona no local. O homem de camisa branca que aparece nas imagens segue o italiano durante todo o tempo em que ele permanece no estabelecimento comercial.Quando Enzo Albanese vai embora de moto, o homem retorna ao Gol preto e sai atrás do italiano. "Em seguida é possível ver o Corolla em que estava o homem que efetuou os disparos entrando na rua. O Gol dá um sinal e o homem sai do Corolla e atira contra a vítima", disse Raimundo Rolim. A polícia pede que quem tiver informações sobre o suspeito ligue para a Delegacia de Homicídios no telefone (84) 3232.1195. A identidade do denunciante será preservada.

Segundo o delegado, pelo menos quatro suspeitos estiveram no local no dia do assassinato. Até o momento, três pessoas foram presas suspeitas de participação no crime. O mentor, de acordo com a polícia, é o também italiano Pietro Ladogana, de 43 anos, detido no dia 29 de maio no Aeroporto de Fiumicino, em Roma, quando tentava embarcar para o Brasil. Em Natal, foram presos um policial militar, apontado como o executor do homicídio e a ex-mulher de Pietro,  Tâmara Ladogana. 

A operação foi batizada de "Pedra de Fogo" - uma alusão ao nome do principal suspeito do crime, Pietro, versão italiana do nome Pedro, que significa pedra. O "fogo" é porque os suspeitos passaram a "queimar" (matar) as testemunhas que estavam delatando a suposta organização. O delegado Raimundo Rolim, detalha que o mentor do crime comandava uma organização criminosa que administrava pelo menos 10 empresas de fachada para cometer crimes, principalmente lavagem de dinheiro.  



Italiano Enzo Albanese


JM