Ano XIII | Edição 720 | 23 de Novembro de 2014

POLÍCIA

20 de Novembro de 2014

Homem sofre atentado e outro é morto na praia de Pipa

noticia

As vítimas estavam juntas no momento que foram baleadas

Dois homens foram baleados e um deles morreu, na noite da última segunda-feira (17), na praia de Pipa, município de Tibau do Sul, litoral Sul do Estado. As vítimas, segundo a polícia, estavam juntas no momento que foram baleados por desconhecidos que chegaram a pé. Uma delas, identificada como Júlio César de Lima, de 19 anos, foi atingido no braço enquanto a outra morreu no local.

O comandante do Pelotão da Polícia Militar de Pipa, o tenente Daniel Costa, informou que por volta das 18h30 recebeu uma ligação dando conta de um homem baleado no setor de urgência do hospital de Tibau. Ele e uma equipe se deslocaram até lá e constaram o fato. Ainda na unidade o oficial tomou conhecimento que na Rua da Mata, no centro de Pipa, havia uma segunda pessoa baleada, mas já sem vida. "Não tivemos nenhuma informação que nos ajudasse entender o que aconteceu. O homem baleado no braço negou que conhecia o morto e pouco ajudou com isso", disse.

Depois de atendido o jovem sobrevivente do atentado, também conhecido como "Bob", foi transferido para o pronto socorro Clóvis Sarinho, em Natal. Apesar da insistência da polícia o jovem preferiu não relatar o que de fato ocorreu no momento dos disparos. 

Marido é o principal suspeito da morte da empresária paulista encontrada enforcada em Ponta Negra

noticias 20 de Novembro de 2014

A empresária paulista, Arlete Aparecida, tinha 47 anos

A Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom) confirmou que o marido da paulista Arlete Aparecida Ribeiro, de 47 anos, é um dos suspeitos da morte da empresária, encontrada enforcada na noite da última quinta-feira (13) dentro da pousada Varandas da Praia, no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal. "Por enquanto é um dos suspeitos", disse o delegado Alexandro Gomes, responsável pelo inquérito do caso. Ouvido em interrogatório, o italiano Antônio Cinelli nega envolvimento na morte da empresária paulista.

O caso foi tratado inicialmente como suicídio, porém a possibilidade da empresária ter sido assassinada não é descartada. Uma das peritas do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), que esteve no local, desconfiou da situação e acionou a Delegacia Especializada de Homicídios, a Dehom.

"Pelos depoimentos que ouvimos, a vítima não tinha perfil de alguém que cometeria o suicídio. A forma como o corpo foi achado também levanta suspeitas. Estava atrás da porta de um quarto com o pescoço envolto por um fio e os joelhos flexionados. Aguardamos os laudos necroscópico, toxicológico e do local do crime para chegar a uma conclusão mais precisa", informa o delegado.

No interrogatório, o italiano disse que passou o dia em uma pousada que possui com outro sócio e recebeu uma ligação do filho de 8 anos durante a noite. "Me disse que foi até a pousada que tinha em associação com a mulher, onde encontrou com o filho. Ao entrar no quarto que a empresária costumava descansar, encontrou a porta presa e forçou a entrada. O corpo estava atrás da porta", detalha Alexandro Gomes sobre o álibi do italiano.

O delegado confirmou que Arlete registrou dois boletins de ocorrência contra o marido. Em um deles, no mês de setembro, denunciou que o italiano estaria retendo documentos dela por questões patrimoniais. Também em setembro, a Delegacia Especializada de Defesa à Mulher (Deam) recebeu uma denúncia da empresária, que registrou um boletim de ocorrência informando que estava sendo ameaçada pelo italiano.

 

Operação policial prende em Macaíba jovens suspeitos de vários crimes

20 de Novembro de 2014

Três homens foram presos e dois menores apreendidos na manhã da última terça-feira (18) durante uma operação da Polícia Civil no município de Macaíba, na Grande Natal. Segundo o delegado Normando Feitosa, o grupo é suspeito de vários crimes na região, sendo que um dos detidos teria envolvimento na morte de um comerciante da cidade, crime ocorrido em setembro do ano passado.

De acordo com o delegado, a operação que deteve o grupo foi batizada de “Retorno”, e cumpre mandados de prisão expedidos pela Justiça. "Esse grupo é conhecido por diversos crimes no município de Macaíba. Um dos presos é suspeito do assassinato do comerciante conhecido como “Galego do Leite”, em setembro do ano passado", disse Normando. Com o grupo foram apreendidos dois revólveres calibre 38, munições, celulares e dinheiro fracionado.

Os maiores de idade devem ficar detidos em Macaíba até serem transferidos para uma unidade prisional em Natal. Os menores serão entregues ao Ministério Público e devem cumprir medidas socioeducativas. 

Casal suspeito de tráfico de drogas é assassinado dentro de casa

noticias 20 de Novembro de 2014

O casal foi morto dentro de casa em São Gonçalo do Amarante

Duas pessoas foram mortas na noite desta terça-feira (18), no loteamento Brasil, no bairro Santo Antônio, em São Gonçalo do Amarante, região da Grande Natal. Antônio Freire Campelo, de 37 anos, e Ângela Barros da Silva, de 33 anos, foram surpreendidas por homens armados que chegaram ao local em uma motocicleta ainda não identificado. De acordo com a polícia o casal tinha envolvimento com o tráfico de drogas e possivelmente essa seria a razão do crime.

Segundo o comandante do 11º Batalhão, o tenente-coronel Josimar de Lima, as vítimas foram mortas dentro de casa, o homem na sala e a mulher no banheiro. As características são de acerto de contas motivado pelo tráfico. "Eles eram conhecidos pela polícia local por práticas ilícitas, principalmente o comércio de entorpecentes", disse.

Logo após o crime uma guarnição da PM foi deslocada até a Rua projetada onde ocorreu o fato para garantir a integridade do cenário do assassinato. Apesar de o duplo homicídio ter ocorrido ainda cedo nenhum morador quis se pronunciar a polícia parar informar detalhes sobre os suspeitos que fugiram sem deixar pistas. O crime será investigado na delegacia especializada de homicídios.

A residência do casal estava toda revirada, como se os criminosos estivessem procurando algo de valor. "Não sabemos se eles acharam alguma coisa. Acreditamos que estavam atrás de dinheiro ou drogas, pois temos informações que o ex-presidiário tinha envolvimento com o tráfico de entorpecentes", ressaltou.

A PM ainda fez buscas pela região, mas nenhum suspeito havia sido encontrado até a publicação desta matéria. 


JM